Otimizar para extrações

Tente otimizar para extrações se as agendas de extração corresponderem a utilização alta de recursos ou se as extrações demorarem para terminar.

Observação: esse tópico usa a pasta de trabalho de desempenho de exemplo da seção de monitoramento. Para obter mais informações, consulte Analisar os dados com a Pasta de trabalho de desempenho de exemplo.

Quando otimizar extrações

O uso elevado da CPU corresponde a agendas de extração

Use o painel Trabalhos em Segundo Plano da pasta de trabalho de desempenho de exemplo para exibir o número de trabalhos em segundo plano executados pelo Tableau Server, incluindo os trabalhos de atualização de extração. O painel também exibe quanto tempo os trabalhos em segundo plano estão atrasados, ou seja, o tempo entre quando um trabalho em segundo plano foi programado e quando ele realmente foi executado. Caso observe grandes atrasos em determinados momentos do dia ou se muitos trabalhos estiverem em execução ao mesmo tempo, experimente distribuir as agendas de trabalho em diferentes momentos do dia para reduzir a carga no servidor.

Também compare os tempos em que existam muitos trabalhos em segundo plano ou longos atrasos com o uso da CPU do servidor. Use o painel Uso da CPU para exibir o percentual de uso da CPU total e para cada processo. Como o processo do processador em segundo plano executa trabalhos em segundo plano, o primeiro processo é mostrar a sobrecarga quando houver muitos trabalhos de atualização da extração ou quando esses estiverem lentos. Observe que o uso da CPU do processador em segundo plano processa periodicamente, mas atinge rapidamente 100 por cento. Isso indica que há trabalhos de atualização intensivos em uma agenda recorrente.

Observação: o percentual de uso da CPU para processos individuais pode adicionar até mais de 100 por cento, pois a utilização do processador para os processos individuais é medida para um determinado núcleo do processador. Por contraste, o uso total da CPU é medido para todos os núcleos do processador.

Falha na extração ou execução lenta

Use a exibição administrativa Tarefas em segundo plano para extrações para determinar quantas extrações falharam e quanto tempo levaram para serem concluídas. Falhas frequentes podem indicar um problema com uma fonte de dados específica.

Formas de otimizar extrações

Quando o uso elevado da CPU corresponder a agendas de atualização de extração, como no exemplo mostrado anteriormente, é necessário otimizar para extrações.

Ajustar a agenda de atualização da extração

Use o painel Trabalhos em Segundo Plano da pasta de trabalho de desempenho de exemplo para identificar horários ideais para a execução de extrações. Além de executar as extrações em horários fora do pico,distribua as atualizações de extração para minimizar o carregamento concomitante do servidor. Se as atualizações de extração continuarem a causar problemas, reduza a frequência delas o máximo possível, dessa forma:

  • Agende as extrações para horários em que o servidor não está ocupado.

  • Reduza a frequência das atualizações agendadas.

Acelerar extrações específicas

Use a exibição administrativa Tarefas em segundo plano para extrações para identificar extrações com falhas e com longo tempo de execução.

  • Reduza o tamanho das extrações. Ajude a aumentar o desempenho do servidor mantendo o conjunto de dados da extração reduzido, por meio da filtragem ou agregação, e limitado, ocultando campos não utilizados. Para fazer essas alterações, use as opções do Tableau Desktop Ocultar todos os campos não utilizados e Agregar dados para dimensões visíveis. Para obter mais informações, consulte Criação de uma extração na Ajuda do Tableau.

    Para obter dicas gerais sobre a criação de pastas de trabalho de bom desempenho, procure "desempenho" na Ajuda do Tableau. Para ver o desempenho das pastas de trabalho depois que elas são publicadas no Tableau Server, crie um registro de desempenho. Para obter mais informações, consulte Criar um registro de desempenho.

  • Use trabalhos de atualização incremental. Os trabalhos de atualização incremental acrescentam novas linhas a uma extração existente, em vez de criar a extração do zero. Este tipo de atualização de extração é executado rapidamente, pois ele processa apenas os dados que foram adicionados desde a última execução do trabalho de atualização de extração. No entanto, ele não leva em conta os dados que foram atualizados, diferentemente dos anexados a uma fonte de dados. Assim, se executar trabalhos de atualização incremental, será necessário, ocasionalmente, executar uma atualização completa. Como sugestão, é possível executar um trabalho de atualização completa uma ou duas vezes por semana para uma fonte de dados, em vez de todos os dias.

Configurar o modo de execução para atualizações de extração

Ao criar agendamentos para a atualização de extração, certifique-se de que elas sejam executadas em modo de execução paralela. Ao executar uma agenda em paralelo, ela é executada em todos os processos dos processadores em segundo plano, mesmo que a agenda contenha apenas uma tarefa de atualização. Quando você executa uma agenda de forma serial, ela é executada apenas em um processo de processadores de segundo plano. Por padrão, o modo de execução é definido como paralelo para que as tarefas de atualização sejam concluídas tão rápido quanto possível.

No entanto, em algumas circunstâncias, pode fazer sentido definir o modo de execução como serial. Como, por exemplo, quando um trabalho muito grande estiver impedindo outras agendas de serem executadas, porque ele está usando todos os processos disponíveis do processador em segundo plano.

Aumentar o número de processos do processador em segundo plano

Um único processo em segundo plano pode consumir 100% de um único núcleo de CPU para determinadas tarefas. Como resultado, o número total de instâncias que devem ser executadas dependerá dos núcleos disponíveis no computador. Se o Tableau Server estiver instalado em um cluster e executar processos do processador em segundo plano em um nó separado, uma dica é definir o número de processos do processador em segundo plano entre a metade do número de núcleos e o número total de núcleos do computador que os executa.

Para obter mais informações sobre os processos de configuração, consulte Configurar nós.

Isole os processos

Se tiver o Tableau Server instalado em um cluster, é ainda maior o benefício que resulta de mover os processos do processador em segundo plano para um nó separado, a fim de evitar a disputa por recursos. Isso ocorre porque esses processos utilizam muito a CPU e executá-los no mesmo nó em que outros processos de uso intensivo da CPU estão sendo executados pode tornar o servidor mais lento. Por exemplo, o processo do VizQL Server e o do Processador de Dados pode fazer o uso intensivo da CPU. Leia a configuração de dois nós no tópico Configurações de linha de base recomendadas para obter mais detalhes.

Obrigado pelo feedback! Ocorreu um erro ao enviar seu feedback. Tente novamente ou envie-nos uma mensagem..