Otimizar para o tráfego de usuários

É possível otimizar para o tráfego se tiver muitos usuários do Tableau Server ativos e poucas fontes de dados publicadas que precisam de atualizações de extração.

Observação: esse tópico usa a pasta de trabalho de desempenho de exemplo da seção de monitoramento. Para obter mais informações, consulte Analisar os dados com a Pasta de trabalho de desempenho de exemplo.

Quando otimizar o tráfego de usuários

Tempo de carregamento lento das exibições

Use o painel Solicitações e Sessões da pasta de trabalho de desempenho de exemplo para analisar o tempo que as exibições levam para carregar.

Se várias exibições demorarem mais do que 10 segundos para carregar e os tempos de carregamento lento corresponderem a um grande número de sessões, isso pode indicar que o tráfego de usuários está tornando o servidor mais devagar.

No entanto, se uma exibição específica levar muito tempo para carregar, independentemente de quando ela é exibida, isso é um sinal de que a pasta de trabalho da exibição precisa ser otimizada. Identifique quais pastas de trabalho precisam ser otimizadas com a exibição administrativa Estatísticas para tempos de carregamento. Algumas maneiras simples de otimizar as pastas de trabalho incluem mostrar menos informação em cada exibição ou dividir as exibições, reduzir o número de filtros e utilizar as extrações de dados.

Uso elevado de recursos correspondente ao tráfego de usuários

Se o servidor exibir o uso elevado da CPU e de memória durante o horário de pico do tráfego, otimize o tráfego de usuários. Para determinar o horário de pico do tráfego e analisar quantos usuários simultâneos estão em seu servidor, use o painel Usuários e Ações. Além disso, é possível usar a exibição administrativa Tráfego para exibições para ver o tráfego de usuários envolvido no acesso às exibições (em comparação à execução de funções administrativas, publicações ou outras tarefas).

Ao clicar em um ponto na exibição Número de usuários, o painel mostrará os usuários que estavam ativos no momento e o número de ações de usuário realizadas. Por padrão, as únicas ações de usuário mostradas são as exibições de usuário, mas pode usar o filtro Tipos de ação para mostrar ações de usuário adicionais.

Anote os momentos do dia em que há muitos usuários e exibições simultâneas para comparar tal informação ao uso dos recursos. Como regra geral, o número de usuários deve corresponder a um número elevado de ações de usuário. No entanto, a exibição neste exemplo mostra um número artificialmente elevado de ações para um único usuário, como parte de um teste de geração de carga. Como exemplo, compare o número elevado de exibições às 00:00h do dia 28 de junho com o uso do recurso no painel ilustrado a seguir.

Use o painel Uso da CPU para exibir o percentual de uso da CPU total e para cada processo. No exemplo a seguir, observe o grande aumento no uso total da CPU e no processo do VizQL Server às 00:00h do dia 28 de junho. Como o processo do VizQL Server carrega e renderiza exibições, ele é, muitas vezes, o primeiro processo a mostrar a sobrecarga no tráfego elevado de usuários.

Observação: o percentual de uso da CPU para processos individuais podem adicionar até mais de 100%. Isto porque a utilização do processador para os processos individuais é medida para um determinado núcleo do processador. Por contraste, o uso total da CPU é medido para todos os núcleos do processador.

Use o painel Uso da Memória para exibir o percentual de uso total da memória e o uso médio da memória em gigabytes. Como regra geral, o uso da memória aumenta constantemente com o tráfego de usuários. Novamente, o processo do VizQL Server é o primeiro a mostrar a sobrecarga no tráfego elevado.

Formas de otimizar o tráfego de usuários

Quando o tráfego elevado de usuários corresponde ao uso elevado de recursos, como no exemplo mostrado anteriormente, é necessário otimizar para o tráfego de usuários.

Ajustar o número de processos do VizQL Server

A maneira mais eficaz de otimizar para o tráfego de usuários é ajustar o número de processos do VizQL Server. Adicione um processo do VizQL Server por vez e meça o efeito com mais monitoramento de desempenho. Como os processos do VizQL Server podem consumir uma muita CPU e memória, a adição de muitos processos pode tornar o servidor mais lento. Se observar um constante uso elevado da memória, tente diminuir o número de processos do VizQL Server para reduzir a quantidade de memória reservada.

Para obter mais informações sobre os processos de configuração, consulte Configurar nós.

Ajustar o número de outros processos

Embora a maneira mais eficaz de melhorar o desempenho para o tráfego de usuários seja ajustar o número de processos do VizQL Server,o usuário tem a opção de ajustar outros processos que sejam compatíveis com o processo do VizQL Server ou que o impeçam de acessar os recursos. Por exemplo, o processo do VizQL Server faz solicitações frequentes para o processo do servidor de cache, então é interessante aumentar o número de processos do servidor de cache. Por outro lado, os processos do processador em segundo plano podem disputar por recursos da CPU com o processo do VizQL Server. Como resultado, caso não precise executar atualizações de extração frequentes, é possível reduzir o número de processos para o processador em segundo plano. Se precisar de instâncias adicionais desse processador em segundo plano e se estiver executando o Tableau Server em um cluster, você poderá mover o processo do processador em segundo plano para um nó dedicado.

Ajustar o tempo limite da sessão VizQL

No exemplo mostrado anteriormente, a quantidade de memória usada pelo processo do VizQL Server aumenta com o tráfego de usuários e continua reservada pelo Tableau Server por um tempo após a conclusão do tráfego. Isso ocorre porque o processo do VizQL Server reserva a memória de cada sessão por um período específico. Se o processo do VizQL Server usar uma alta porcentagem de memória disponível, tente reduzir o tempo de espera de cada sessão para disponibilizar a memória mais rapidamente. 

Para fazer isso, use o comando tsm configuration set para reduzir a configuração de vizqlserver.session.expiry.timeout. O padrão é 30 minutos.

Atualizar o cache com menos frequência

Se os seus usuários nem sempre precisam dos dados mais recentes, é possível otimizá-los para o tráfego de usuários ao configurar o Tableau Server para armazenar em cache e reutilizar os dados o máximo possível.

Para fazer isso, use o comando tsm data-access caching list para confirmar a frequência de atualização. O padrão é Low. Use o comando tsm data-access caching set para alterar a frequência de atualização.

Avaliação da capacidade de resposta da exibição

Quando um usuário abre uma exibição, os componentes da exibição são primeiro recuperados e interpretados e, em seguida, exibidos no navegador da web do usuário. Para a maioria das exibições, a fase de renderização ocorre no navegador da web do usuário e, na maior parte dos casos, isso gera os resultados mais rápidos e o mais alto nível de resposta interativa. Lidar com a maioria das interações no navegador da web do cliente reduz a largura de banda e elimina latências de solicitação de ida e volta. Se uma exibição for muito complexa, o Tableau Server manipulará a fase de renderização no servidor, em vez de no navegador da Web do cliente, pois isso geralmente resulta no melhor desempenho. Se você achar que as exibições não respondem conforme você gostaria, poderá testar e alterar o limite que faz com que as exibições sejam renderizadas pelo servidor, em vez de no navegador da web do cliente. Para obter mais informações, consulte Sobre a renderização do lado do cliente.

Outros artigos nesta seção

Obrigado pelo feedback! Ocorreu um erro ao enviar seu feedback. Tente novamente ou envie-nos uma mensagem..