Configurações de linha de base recomendadas

O Tableau Server no Windows agora inclui o Tableau Services Manager (TSM), que substitui o Utilitário de configuração e a ferramenta de linha de comando do tabadmin. Se precisar de ajuda para uma versão anterior do Tableau Server, consulte a página Ajuda do Tableau.

Determinar a topologia (número de nós, de processos do Tableau Server) da sua implantação do Tableau Server requer considerar estas variáveis: seu ambiente, fontes de dados e gerenciamento para fornecer acesso aos dados de autoatendimento, fluxo de trabalho e uso. Contudo, você pode não ter informações suficientes sobre essas variáveis ao implantar o Tableau Server pela primeira vez Este tópico descreve três arquiteturas de linha de base que podem ser usadas como pontos iniciais para suas instalações do Tableau Server.

Recomendações do hardware

As recomendações de hardware mostradas abaixo são baseadas no hardware que a equipe do Tableau utiliza para testar a escalabilidade do Tableau Server. Sugerimos usar essas recomendações como pontos iniciais das suas implantações de produção. Para obter implantações de validação de conceito, consulte Requisitos mínimos de hardware e recomendações para o Tableau Server.

Tipo de instalação

Processador

CPU

RAM

Espaço livre em disco

Servidor único

64 bits

8 núcleos físicos (16vCPUs), 2.0 GHz ou superior

64 GB (8GB/núcleo físico)

500 GB - 1 TB

Se estiver adicionando o Tableau Prep Conductor à sua instalação do Tableau Server, é recomendável adicionar um segundo nó e dedicá-lo para a execução do Prep Conductor no Tableau Server. Esse nó deve ter um mínimo de quatro núcleos físicos (8 vCPUs) e 16 GB de RAM.

Implantações empresariais e de vários nós

Os nós devem atender às recomendações mínimas de hardware ou excedê-las, exceto nos cenários a seguir, em que um nó pode ser configurado com quatro núcleos físicos (8 vCPUs):

  • Nó dedicado para Processador em segundo plano.

  • Nó dedicado para o Tableau Prep Conductor.

  • Mova todo o processo licenciado do nó inicial para os nós adicionais.

Observação: o Tableau recomenda afinidade de CPU dedicada para implantações que usam máquinas virtuais. Se estiver executando o Tableau Server em um ambiente virtual, use as práticas recomendadas de seu host da VM para a alocação vCPU em relação ao número de núcleos de CPU físicos no host da VM. Geralmente 2 vCPUs = 1 núcleo físico para o Tableau Server. Por exemplo, para instalações AWS, a recomendação mínima de núcleo 4 core é equivalente a 8 AWS vCPUs. Do mesmo modo, siga as práticas recomendadas pelo provedor de infraestrutura virtual para certificar-se de que o Tableau Server tem acesso aos recursos adequados de computação, memória e dados. Se estiver instalando o Tableau Server em um ambiente virtual ou em uma implantação com base em nuvem, consulte a seção Máquinas virtuais e implantações da nuvem pública a seguir neste tópico.

Estimação de espaço em disco

Há diversos fatores que afetam os requisitos de espaço em disco, incluindo se publicará ou não extrações, fluxos e o número de pastas de trabalho no Tableau Server. Para obter mais informações, consulte Requisitos de espaço em disco.

Configurações de linha de base

Instalações de servidor único

Recomendações

Recomendamos usar apenas uma máquina para instalar o Tableau Server para implantações iniciais com uso limitado e que não são de missão crítica. As instalações de servidor único também podem ser expandida para instalação de vários nós conforme aumenta a carga de trabalho.

A seguir algumas instâncias de quando uma instalação de servidor único não for o recomendado para você:

  • Se seu sistema for considerado de missão crítica e precisar ter alta disponibilidade. A alta disponibilidade é para minimizar o tempo de inatividade do sistema. É obtida eliminando pontos únicos de falha e tendo um mecanismo de failover confiável. O Tableau Server requer o mínimo de uma configuração de três nós para fornecer redundância e eliminar os pontos únicos de falha. Esse é um dos motivos principais para mover para uma configuração de vários nós.

  • Se tiver muitos usuários ativos e muitas atualizações de extração, os dois tipos de carga podem estar competindo pelos mesmo recursos na máquina. Nesse cenário, uma configuração de servidor único pode não ser a opção adequada, pois você pode precisar de nós adicionais especializados para isolar as diferenças de carga de trabalho.

Observação: os usuários ativos representam as solicitações interativas, simultâneas feitas no Tableau Server, incluindo o consumo de painéis em um laptop ou dispositivo móvel, criação na Web e conexão a e consulta de fontes de dados publicadas.

Configuração do servidor

  • Nó de servidor único independente com todos os processos instalados.

  • Por padrão, o instalador do Tableau Server configura o número de instâncias de processos com base no hardware da máquina. Recomendamos manter a configuração padrão como seu ponto inicial. Abaixo, o número de processos de uma máquina de 8 núcleos.

    • VizQL Server: definido como 2 instâncias (cálculo padrão: número de núcleos físicos dividido por 4, até o máximo de 4).

    • Processador em segundo plano, servidor cache e servidor de dados: definido como 2 instâncias.

    • Para todos os outros processos, apenas uma instância do processo é instalada, independente do hardware.

Observação: uma instância do Tableau Prep Conductor é configurada automaticamente com o Processador em segundo plano, quando você tem a Chave do produto do Gerenciamento de dados ativada no servidor. No entanto, recomenda-se que você tenha um nó dedicado para o Tableau Prep Conductor. Se você planeja ter fluxos no Tableau Server, é recomendável usar dois ou mais nós e dedicar um desses nós para executar somente fluxos. A configuração de exemplo descrita acima não inclui o Tableau Prep Conductor porque é um servidor de nó único.

Instalações em vários nós

Executar o Tableau Server em mais de uma máquina é chamado de instalação em vários nós, instalação distribuída ou de cluster. Há vários motivos para escolher uma instalação em vários nós. Por exemplo,você pode ter ambientes de extração intensos, o que pode significar dedicar alguns recursos de hardware para o processador em segundo plano. Para sistemas com requisitos de alta disponibilidade, é necessário um ambiente de vários nós que tenha ao menos três nós.

Instalação de dois nós - especializada para ambiente de extração mais intenso

Recomendações

Comece com uma instalação de dois nós quando as condições a seguir forem aplicáveis:

  • Extrair ambiente intenso: a maioria das fontes de dados são extrações. Ter apenas algumas extrações extremamente grandes pode colocar sua implantação nessa categoria, como se você tivesse muitas extrações pequenas.

  • Extrações atualizadas com frequência: atualizar uma extração é uma tarefa que consome muitos recursos da CPU. As implantações em que extrações são frequentemente atualizadas (por exemplo, várias vezes ao dia durante o horário comercial) são geralmente ajudados pela maior ênfase no processo em segundo plano, que lida com tarefas de atualização.

Importante: configurações de dois nós não atendem aos requisitos mínimos de alta disponibilidade. Se precisar de um sistema de alta disponibilidade, consulte Instalações de alta disponibilidade (HA).

Configuração do servidor

  • No nó inicial, instale todos os processos, exceto o processador em segundo plano. Abaixo, o número de instâncias dos processos de uma máquina de 8 núcleos:

    • VizQL Server: definido como 2 instâncias. (Cálculo padrão: número de núcleos físicos dividido por 4, até um máximo de 4 ).

    • Servidor cache e servidor de dados: definido como 2 instâncias. Uma instância do Pergunte aos dados é automaticamente configurada no nó que tem o Servidor de dados.

    • Servidor elástico: deve ser configurado no nó inicial. A memória do servidor elástico é configurada para 256MB por padrão e pode ser configurada para melhorar o desempenho usando a opção de configuração elasticserver.vmopts do TSM. Para obter mais informações, consulte Opções do tsm configuration set.

    • Para todos os outros processos, apenas uma instância do processo é instalada, independente do hardware. Uma instância do Contêiner de microsserviço interativo é instalada em um nó que tem o Servidor de aplicativo habilitado e uma instância do Contêiner de microsserviço não interativo é instalada em um nó que tem o Processador em segundo plano habilitado.

  • Isole o processador em segundo plano no nó adicional. Para calcular o número mínimo de processos do processador em segundo plano a ser executado neste nó, divida o número total de núcleos físicos do computador por 4. Para calcular o número máximo, divida os núcleos físicos totais do computador por dois. No exemplo mostrado acima, ambos os nós estão em máquinas com 8 núcleos físicos. Ao instalar o processador em segundo plano, o Tableau Server instala automaticamente uma instância do Processador de dados.

Observação: essa configuração pressupõe que você não tem o Tableau Prep Conductor habilitado no Tableau Server. Se o estiver usando o Tableau Prep Conductor para agendar e gerenciar fluxos e tiver um ambiente pesado de extração, recomendamos que tenha pelo menos 3 nós e use a configuração de 3 nós descrita posteriormente neste tópico.

Ao monitorar e coletar dados sobre o desempenho e uso, você pode ajustas e configurar o número de instâncias desses processos. Por exemplo, no nó dedicado a executar o processador em segundo plano, inicialmente, você pode definir o número de processos do processador em segundo plano como o mínimo (número total de núcleos dividido por quatro), e aumentar o número de processos do processador em segundo plano posteriormente, se achar que:

  • As extrações estão demoram muito para serem concluídas

  • As assinaturas e alertas não estão sendo concluídas no tempo determinado

Para obter mais informações sobre o ajuste de desempenho, consulte o tópico Ajuste de desempenho.

Instalação de dois nós - especializada para ambientes de fluxo

Comece com uma configuração de dois nós se estiver planejando publicar, agendar e gerenciar fluxos no Tableau Server.

Importante: configurações de dois nós não atendem aos requisitos mínimos de alta disponibilidade. Se precisar de um sistema de alta disponibilidade, consulte Instalações de alta disponibilidade (HA).

Configuração do servidor

  • No nó inicial, instale todos os processos. Abaixo, o número de instâncias dos processos de uma máquina de 8 núcleos:

    • VizQL Server: definido como 2 instâncias. (Cálculo padrão: número de núcleos físicos dividido por 4, até um máximo de 4 ).

    • Servidor cache e servidor de dados: definido como 2 instâncias. Uma instância do Pergunte aos dados é automaticamente configurada no nó que tem o Servidor de dados.

    • Processador em segundo plano: mínimo de 2 e máximo de 4. O diagrama acima mostra o máximo para um nó de 8 núcleos. O Tableau Prep Conductor é configurado automaticamente no nó em que você instalou o processador em segundo plano. No nó inicial, defina a função de nó do processador em segundo plano para executar todos os tipos de trabalho incluindo fluxos que usam a configuração tsm topology set-node-role do tsm. Para obter mais informações, consulte tsm topology set-node-role

    • Servidor elástico: deve ser configurado no nó inicial. A memória do servidor elástico é configurada para 256MB por padrão e pode ser configurada para melhorar o desempenho usando a opção de configuração elasticserver.vmopts do TSM. Para obter mais informações, consulte Opções do tsm configuration set.

    • Para todos os outros processos, apenas uma instância do processo é instalada, independente do hardware. Uma instância do Contêiner de microsserviço interativo é instalada em um nó que tem o Servidor de aplicativo habilitado e uma instância do Contêiner de microsserviço não interativo é instalada em um nó que tem o Processador em segundo plano habilitado.

  • Isolou o processador em segundo plano no nó adicional para executar somente fluxo. Use a configuração tsm topology set-node-role do tsm para definir essa configuração. Para obter mais informações, consulte tsm topology set-node-role

Observação: se você tiver um ambiente de extração intenso e agendar e gerenciar fluxos em seu servidor, recomendamos que use a configuração de 3 nós descrita abaixo.

 

Instalações de alta disponibilidade (HA)

Recomendações

Uma instalação de alta disponibilidade do Tableau Server é uma instalação distribuída projetada para maximizar a disponibilidade do Tableau Server. A alta disponibilidade significa que o sistema está disponível com a quantidade mínima de tempo de inatividade. Para criar redundância para itens de HA relacionados, como repositório, redundância de arquivo e failover, é necessário um mínimo de três nós. A tolerância para tempo de inatividade vai variar em cada empresa, além de depender dos SLAs definidos na sua empresa.

A alta disponibilidade é obtida ao eliminar pontos únicos de falha e ao detectar falhas e configurar um sistema de failover confiável. A HA no Tableau Server é obtida principalmente por:

  • Redundância de arquivo com várias instâncias do Armazenamento de arquivos/Processador de dados

  • Repositório ativo/passivo em dois nós.

  • Adicionar um balanceadores de carga externa para certificar-se de que a instalação é robusta para falhas de gateway e de que as solicitações sejam roteadas apenas para funcionamento dos processos de gateway.

Configuração do servidor

Configuração de três nós:

  • Para criar redundância, você precisa adicionar mais nós para hospedar instâncias dos processos do repositório e do armazenamento de arquivo/processador de dados. Você pode adicionar instâncias de outros processos, incluindo várias instâncias de um processo em um nó.

  • Para criar redundância para o tipo de tarefas do processador em segundo plano, faça com que um dos nós (nó inicial neste exemplo) execute todos os tipos de tarefas. Os processadores em segundo plano executam todos os tipos de tarefas por padrão. Em um dos nós adicionais, defina o processador em segundo plano para executar somente fluxos e o outro nó adicional para executar todas as tarefas, exceto os fluxos.

  • O funcionamento bem-sucedido do Tableau Server depende de um Serviço de coordenação funcionando adequadamente. Para instalações de servidor de três ou mais nós, recomendamos que você adicione instâncias adicionais do Serviço de coordenação implantando um novo ensemble do Serviço de coordenação. Isso oferece redundância e disponibilidade aprimorada caso essa instância apresente problemas. Para obter mais informações, consulte Implantar um ensemble do Serviço de coordenação.

  • O Servidor elástico não pode ser configurado para ter redundância e deve ser configurado somente no nó inicial em uma configuração de três nós. A memória do servidor elástico é configurada para 256MB por padrão e pode ser configurada para melhorar o desempenho usando a opção de configuração elasticserver.vmopts do TSM. Para obter mais informações, consulte Opções do tsm configuration set.

  • Para reduzir a vulnerabilidade do sistema, você pode executar vários gateways e instâncias adicionais de alguns dos processos do servidor. O número mínimo de computadores necessários para alcançar essa configuração é três.

  • O repositório também foi movido do nó inicial para um dos nós adicionais e uma segunda instância passiva foi adicionada a outro novo nó.

  • Uma instância do Contêiner de microsserviço interativo é instalada em um nó que tem o Servidor de aplicativo habilitado e uma instância do Contêiner de microsserviço não interativo é instalada em um nó que tem o Processador em segundo plano habilitado.

OBSERVAÇÃO: em determinadas circunstâncias, você pode desejar limitar os processos em execução no nó inicial. Os motivos para fazer isso incluem querer executar o menor número de processos possível no nó para limitar as solicitações de processamento nele. Você também pode remover os processos licenciados do Tableau Server do nó se tiver uma licença baseada em núcleo e não desejar que os núcleos do nó inicial sejam incluídos no seu uso do núcleo. Para obter mais informações sobre os processos de licença do Tableau Server, consulte Processos do Tableau Server do nó.

Máquinas virtuais e implantações da nuvem pública

Em geral, as considerações e recomendações neste tópico se aplicam a todo o ambiente virtual e implantações da nuvem.

Se estiver executando o Tableau Server em um ambiente virtual, use as práticas recomendadas de seu host da VM para a alocação vCPU em relação ao número de núcleos de CPU físicos no host da VM. Geralmente 2 vCPUs = 1 núcleo físico para o Tableau Server. Por exemplo, para instalações AWS, a recomendação mínima de núcleo 4 core é equivalente a 8 AWS vCPUs.

Para obter mais informações sobre implantações baseadas em nuvem, consulte

Configurações além da linha de base

Considerações sobre a recuperação de desastres

Embora as configurações de HA reduzam o tempo de inatividade, você ainda pode encontrar falhas em caso de um desastre ou falhas no hardware. Além das considerações acima, você deve avaliar a importância da recuperação de desastre em sua empresa e planejar uma implantação que o ajude a alcançar os objetivos da recuperação de desastre.

Ao planejar a recuperação de desastre (DR) no ambiente do Tableau, há dois fatores principais a serem considerados:

  • Objetivo do tempo de recuperação (RTO), uma medida de quanto tempo de inatividade seu negócio pode aceitar antes de uma recuperação completa.

    • Influencia a frequência que você restaura os backups para um cluster alternativo e a quantidade de investimento na infraestrutura.

  • Objetivo do ponto de recuperação (RPO), uma medida de quanta perda de dados seu negócio pode tolerar.

    • Influencia a frequência que você precisará fazer backups do seu sistema.

    • Para o Tableau Server, o RPO não pode ser mais curto que o tempo levado para concluir um backup completo do seu servidor.

O diagrama abaixo ilustra como planejar para uma gama de requisitos de RTO:

Escalabilidade do Tableau Server

Estas configurações de linha de base pode não ser suficiente conforme suas necessidades aumentam e são alteradas, e pode ser necessário escalonar o Tableau Server para além dessas configurações. Como outras plataformas empresariais, o Tableau Server escala verticalmente ao adicionar processador, memória e disco a um nó existente, e escala horizontalmente ao adicionar mais nós a um cluster. Contudo, a escalabilidade e o desempenho são altamente dependentes de sistemas externos e atividade de usuário. A configuração do Tableau Server pode diferenciar dependendo de seus requisitos e variáveis:

Para obter mais informações sobre a escalabilidade Tableau Server e as variáveis que a afetam, consulte Whitepaper de escabilidade do Tableau Server .

 

Agradecemos o seu feedback. Ocorreu um erro ao enviar seu feedback. Tente novamente ou envie-nos uma mensagem.